Criar estratégias, melhorar a qualidade do serviço, otimizar custos da unidade de saúde, seja ela pública ou privada. Para que tudo isso possa acontecer de maneira assertiva é necessário fazer uso dinâmico de informações relevantes. São essas informações que vão poder sinalizar a realidade do ambiente interno e externo para que metas de curto e longo prazo sejam orientadas.

Mas diante de tantas informações que chegam, muitas vezes de maneira desordenada, como saber qual priorizar? Ou então, devido à variedade de dados que a própria instituição já possui, como conseguir organizá-los de maneira sistematizada para orientar as ações?

Atualmente, diante da grande quantidade de informações a que indivíduos e empresas estão expostos, fazer a gestão dos dados que são relevantes é um desafio. Por outro lado, há ferramentas disponíveis que além de organizar e sistematizar dados, tem a vantagem de automatizar etapas, com um custo que pode ser bastante acessível.

A automatização de processos possibilita reduzir etapas e também evitar gargalos, diminuindo riscos e fazendo com que o processo consiga alcançar os objetivos esperados dentro do tempo estipulado.

A otimização de processos por meio da gestão da informação pode se aplicar em diferentes cenários no setor saúde. Nossa atuação como consultoria tem dado ênfase especial à conectividade de funções e tarefas dos diferentes pontos de atenção ao usuário, à construção das Linhas de Cuidado em Saúde, no qual a gestão de processos e de informações são cruciais.